27/02/2015

Resenha: A Elite


Autor(a): Kiera Cass 
Editora: Seguinte
Páginas: 360
Ano: 2013
Classificação: ✰✰✰

Assim que terminei de ler A Seleção fui começar a ler o segundo livro rapidamente. Como vocês viram na resenha do primeiro livro, eu amei e ficou entre meus favoritos, mas o segundo deixou um pouco a desejar.

Eu não havia criado muitas expectativas sobre esse livro pois já havia pedido algumas opiniões sobre ele, talvez a falta de expectativas tenha ajudado a não me decepcionar, mas confesso que queria que ele fosse melhor.

Logo no início do livro, contamos com apenas seis garotas disputando a coroa e o coração do príncipe e o fato de ter poucas meninas me deixou apreensiva, afinal, ainda tem mais um livro! As eliminações realmente são menores mas existem outros acontecimentos que "preenchem" o livro.

Aspen volta a aparecer na história se mostrando mais próximo do que imaginávamos e o Maxon, que parecia ter certeza do que queria no primeiro livro, começa a ficar em dúvida também. E tanta indecisão deixou um livro chatinho. 

America começou a fazer tanta coisa idiota na história que mais um pouco eu entrava no livro só para bater nela e mandar ela pensar um pouco antes de agir. Mas o Maxon não ficou para trás não. Ele também tinha seus momentos e esse livro fez com que perdêssemos a imagem perfeita que foi criada no primeiro livro. Não que ele tenha se tornado um idiota, mas ele se tornou humano; sendo perfeito com suas imperfeições.

Se eu não quisesse tanto saber o final da história, talvez eu tivesse lido o livro um pouco mais devagar. O livro é bom, mas não tem nada de especial. Não é aquele livro que seja apaixonante.

O que vocês acharam do livro? Já leram?

25/02/2015

Vamos soltar a voz com KaraokeParty?

Hoje eu vou falar de um site incrível que me indicaram recentemente: KaraokeParty!

Como o próprio nome já diz, o site é para cantar. É possível fazer batalhas e ver as suas pontuações de acordo com as notas musicais acertadas. Para quem quer ser cantora é um ótimo treino e para quem quer se distrair é ótimo para render algumas risadas - apesar de os meus vizinhos não acham a menor graça. Como eu ainda estou de férias, o site tem matado meu tédio. 

Não dá para outras pessoas te escutarem cantando a menos que você permita! A única coisa pública é a pontuação das suas músicas. E caso opte por cantá-la novamente, a maior é que fica. A pontuação máxima é de 10.000 pontos.


Nem todas as músicas estão desbloqueadas, para isso é necessário pagar, mas a variedade de músicas de graça é bem grande. Músicas em português também se encontram no site, para quem gosta. 

O lado negativo é que o microfone é bem sensível, então qualquer ruído atrapalha a captação da sua voz, e consequentemente, atrapalha a sua pontuação final. É preciso fazer como se fosse um estúdio de gravação só você e o microfone.

Prontas para soltar a voz? "Let it go, let it go"

20/02/2015

Resenha: A Seleção


Autor(a): Kiera Cass
 Editora: Seguinte
 Páginas: 357
Ano: 2012
Classificação: ✰✰✰✰✰

Confesso que tive certo receio de ler esse livro. Eu via minhas amigas lendo - e não eram poucas - mas a história não me parecia tão atraente assim. Quando eu ganhei o livro no meu aniversário foi a razão perfeita para que eu lesse a história e eu não me arrependi.

Desde as primeiras páginas, o livro me encantou e eu não conseguia parar de ler de jeito nenhum. A personalidade de cada personagem me encantava, a história me encantava, tudo me encantava! Só não terminei de ler o livro no mesmo dia que comecei porque eu tinha coisas para fazer em casa e minha mãe não se importava se o livro estava bom ou não rs

O livro traz a história de America Singer em Illéa (Estados Unidos após a Quarta Guerra Mundial). O país é dividido em oito castas, como uma classe social, a casta um á a realeza e a oito, as pessoas sem dinheiro algum.

A Seleção é um evento que ocorre quando o príncipe chega na idade de se casar, e mulheres entre 18 e 24 anos preenchem um formulário para se candidatarem ao "cargo". Ao todo são 35 jovens escolhidas que passam a viver no palácio sendo tratadas como princesa, e aprendendo a ser uma, em uma competição pelo coração do príncipe. O evento é passado na televisão para o país inteiro.

Apesar do livro parecer bem machista por colocar garotas competindo por um cara e uma coroa, eu não senti isso ao lê-lo. America tem uma personalidade bem forte e não gosta muito de obedecer. E pela primeira vez em uma história eu entendi a razão da protagonista estar dividida entre dois caras!

Já leram o livro? Com qual dos dois você acha que a America vai ficar? Façam suas apostas ;)

13/02/2015

Filmes que eu queria ter assistido no cinema


Quantos filmes que eu amo e não pude assistir no cinema? São tantos filmes que eu assisti em casa e pensei "Eu queria ter assistido cinema" que me dá vontade de chorar rs

Acontece que não adianta você pegar um filme para assistir, fazer pipoca, pegar suco e apagar a luz. Nunca será a mesma coisa que assistir no cinema. A tela da sua televisão não irá substituir a tela do cinema. A pipoca nunca terá o mesmo gosto da pipoca do cinema.

E foi pensando nisso que eu escrevi esse post.

Crepúsculo


Apesar de querer assistir o filme antes mesmo de lançar, eu não fui ao cinema porque meus pais não queriam ver o filme e eu não tinha idade para ver sozinha. Assim que saiu o DVD eu corri para assistir.

Harry Potter


Os únicos filmes de Harry Potter que eu assisti no cinema foram as Relíquias da Morte (os dois). Honestamente, eu nem sei porque eu não fui ver os outros. Os primeiros eu era muito pequena, mas eu podia ter assistido mais.

A Escolha Perfeita


A razão de eu não ter assistido esse filme foi falta de sorte. Eu e meu namorado fomos ao cinema ver esse filme mas quando chegamos lá não tinha mais sessão :/

Monstros S.A/ Universidade de Monstros


Eu simplesmente amo o Mike Wazowski e ver ele bem grande na minha frente é um sonho de vida. Não lembro porque eu não assisti Universidade de Monstros no cinema, mas eu queria ter ido.

E vocês? Quais filmes gostariam de ter assistido no cinema?

06/02/2015

Resenha: Insurgente


Autor (a): Veronica Roth
Editora: Rocco 
Páginas: 509
Ano: 2013
Classificação: ✰✰✰

O segundo livro da saga Divergente começa exatamente onde o primeiro acabou. Tris, Quatro, Peter, Caleb e Marcus precisam de lugar para se refugiarem depois que a Abnegação ruiu. O livro ainda continua sendo contado pela Tris, então conhecemos cada vez mais sua personalidade, pensamentos e medos. É muito difícil comentar sobre esse livro sem dar spoilers mas vou tentar.

Culpa, mágoa são os principais sentimentos de Tris nesse livro. Ela ainda está aprendendo a lidar com as perdas do último livro e para piorar a situação um segredo surge. Tudo gira em torno desse segredo e dos Divergentes, que ganham cada vez mais espaço.

Achei o livro meio parado, não pelo fato de ter pouca ação, porque isso tem muito, mas porque os acontecimentos são meio repetitivos e previsíveis. O que surpreende por completo é o final!

Nunca iria imaginar um final como esse e por essa razão eu posso dizer que Insurgente supriu minhas expectativas. Eu duvido que alguém tenha adivinhado o final (sem ler antes na internet ou ter ouvido alguém falar). A vontade de ler Convergente é grande depois desse livro, mas o medo do final é maior.

Já leram Insurgente? Qual a parte favorita de vocês?

04/02/2015

Livros de todo o dia


Comecei a fazer o livro "1 página de cada vez" recentemente e voltei a ler  "365 dias do ano", então resolvi compartilhar um pouco sobre esses "novos" tipos de livro: frases inspiradoras e interativos.

Os livros de frases inspiradoras simplesmente vão te ajudar a mudar de vida. Repensar alguns conceitos e rever algumas atitudes. Ele irá te transformar em alguém melhor. Já os livros interativos são feitos para "crianças crescidas". Você pode completar, desenhar, ler... tudo que tem direito, e de quebra ainda mata o tédio.

Esse ano eu vou lançar um desafio para vocês: Escolha pelo um livro para se distrair. Seja para te ajudar a resolver os problemas, seja para matar o tédio. Quero que vocês deixem nos comentários os livros escolhidos e por qual motivo o escolheram. 


1. 365 dias do ano - Demi Lovato ➞ Os Lovatics provavelmente já tem esse livro em sua estante e se não leram, estão lendo. O livro contém várias frases que inspiraram a Demi em seu período de reabilitação. Cada dia, uma frase. É muito bom para se ler de manhã quando acorda para começar o dia bem.

2. 365 dias Extraodinários - R.J. Palácio Eu ainda não comprei esse livro, mas ele é no mesmo estilo do de cima. Cada dia no ano possui uma frase.

3. O Livro do Bem - Ariane Freitas & Jessica Grecco ➞ Inspirado na página Indiretas do Bem, o livro traz tanto frases inspiradoras como páginas para completar.


4. Listografia - Lisa Nola  ➞ "Uma autobiografia em forma de lista" é a frase que melhor descreve esse livro. Ele vem com várias listas para você completar com as coisas relacionadas ao tema proposto. É muito bom para blogueiras tirarem ideias de post desse livro #FicaADica

5. Destrua Este Diário - Keri Smith ➞  É um ótimo livro para matar o tédio. É bom para fazer sozinho, ou com amigos. Ele faz você quebrar sua rotina, extravasar a raiva ou simplesmente se distrair. Tem certas coisas que dão muita pena fazer, mas esse é propósito do livro: fazer coisas que você não faria.

6. Termine Este Livro - Keri Smith ➞ Da mesma autora do livro acima, esse livro é menos destrutivo. Ele é como um treinamento de espionagem. Ainda não comprei, mas pretendo.

7. 1 Página de Cada Vez - Adam J. Kurtz ➞ Esse livro é como um diário. Todo dia eu vou lá e faço uma das tarefas que ele manda. O ideal é fazer na ordem porque a cada três meses tem um checklist. Se vocês colocarem #1pagina no Instagram, vão ver vários desenhos criativos para se inspirar.

Não esqueça de deixar o livro escolhido e o motivo aqui nos comentários hein ;)
Link do seu blog - créditos

Tema Base por Butlariz